Sidebar

19
Ter, Mar

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Nesta segunda (11), às 18h, na sede da entidade, acontece assembleia geral para apreciar a pauta de reivindicações, autorizar a diretoria a realizar as negociações e firmar a CCT (Convenção Coletiva de Trabalho). A entrega da minuta à Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) está marcada para o dia 13 de junho, ao meio dia, em São Paulo.

A campanha salarial deste ano é a primeira pós reforma trabalhista. A nova legislação impõe mudanças, como a predominância do negociado sobre o legislado, flexibilização da jornada de trabalho, redução do tempo de almoço, que saiu de 1 hora para 30 minutos, além de regulamentar novas formas de trabalho - home office e o trabalho intermitente.

A reforma também acabou com a ultratividade, ou seja, após a data-base da categoria os direitos não são mais garantidos. Até o ano passado, a convenção coletiva ficava em vigor até que uma nova fosse firmada. Agora, não. No caso dos bancários, a atual CCT é válida até o dia 31 de agosto. Depois, tudo pode mudar.

Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.