Sidebar

22
Qua, Maio

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O presidente nacional da CTB, Adilson Araújo, participa na manhã desta quinta-feira (15) da abertura do Seminário Reforma da Previdência e seus impactos na vida do trabalhador, promovido pela CTB Bahia, em Salvador. O seminário foi aberto oficialmente com um debate sobre conjuntura política e os desafios dos trabalhadores.

Durante sua fala, Araújo explicou o que está por trás da Reforma da Previdência. “A proposta de reforma da Previdência Social do presidente sem voto desmonta o sistema e solapa um direito consagrado na Constituição Federal. Uma reforma que estabelece idade mínima de 65 anos, podendo chegar a 70 anos, para homens e mulheres, e que desvincula o reajuste, acima da inflação, das aposentadorias e pensões do aumento do salário mínimo, ação que impactará em mais de 70% dos beneficiados, mostra que o compromisso de Temer não é com a nação, mas sim com os setores que se beneficiarão deste desmonte, o setor financeiro”.

E completou: “O interesse que orienta a agenda golpista nada tem a ver com o povo, a nação, a modernização ou o combate desemprego. Esta visa satisfazer exclusivamente o apetite insaciável de lucros dos grandes capitalistas, pois tais medidas abrem caminho para a privatização de diversos setores. Já vimos esse filme”.

Ele ainda indicou que, “em nosso entendimento, a agenda social deste governo sem voto mais parece uma declaração de guerra do capital contra o trabalho: terceirização sem limites, sobreposição do mercado à Lei, redução de direitos previdenciários, arrocho e congelamento dos gastos públicos por 20 anos, ampliação da DRU, privatizações, entrega do pré-sal, repressão e criminalização dos movimentos sociais”.

1 adilson seminario previdencia

Ameaças

Na parte da tarde acontece a exposição de Vilson Antônio Romero – presidente da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (ANFIP) sobre a Reforma da Previdência, situação financeira e os impactos da reforma na vida dos trabalhadores.

Nesta sexta-feira (16), os debates prosseguem abordando os aspectos jurídicos da reforma da Previdência, com palestra de Daisson Portanova, advogado e consultor em Matéria Previdenciária e de Direito Social.

Os sindicalistas discutirão também a MP 739/2016, publicada pelo governo Temer, que promove a revalidação dos benefícios por incapacidade, de forma a revogar a permanência dos pagamentos aos assegurados.

“Esse seminário discute a tentativa desse governo golpista de retirar direitos da classe trabalhadora. É fundamental discutirmos essas ameaças que enfrentam os trabalhadores, através dessa reforma da legislação trabalhista, da reforma da previdência, entre outros ataques e intensificar nossa resistência. Estamos mobilizados e não vamos aceitar que sequestrem nossos direitos. Nenhum direitos a menos. O povo estará nas ruas contra essas medidas”, afirmou Aurino Pedreira.

1 adilson seminario previdencia2

Portal CTB com colaboração de Marcivaldo – CTB BA

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.