Sidebar

21
Ter, Maio

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Para garantir os direitos dos servidores e servidoras do Estado da Bahia e organizar agenda de ação junto ao governo do Estado, o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado da Bahia (Sindsaúde)  convoca toda a base para participar de assembleia do dia 5 de dezembro, a partir das 16h, na Associação dos Funcionários Públicos do Estado da Bahia (AFPEB).

Íntegra da nota:

Há três anos sem reajuste, o funcionalismo público estadual se aproxima de mais uma database, no dia 1º de janeiro de 2019, sem qualquer expectativa de sinalização do governo de abertura de diálogo com as entidades representativas dos trabalhadores para discussão dos pleitos das categorias.

Diante da indiferença e da falta de respeito do governo do estado com os servidores, o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado da Bahia (Sindsaúde), conclama os trabalhadores da saúde para participarem de Assembleia Geral, no próximo dia 5 de dezembro, na Associação dos Funcionários Públicos do Estado da Bahia (AFPEB), às 16 horas.

Este será o momento de unir a categoria para discutir e aprovar a pauta de reivindicação e plano de lutas para 2019. Por isso, precisamos da participação de todos para intensificar o movimento, fortalecendo a luta conjunta de todo o funcionalismo.

Com três anos sofrendo com o descaso do governo estadual, o funcionalismo público estadual agoniza. Os trabalhadores da saúde são os que mais têm sido prejudicados nos últimos anos, sempre perdendo direitos de forma contínua. Muitos servidores do grupo administrativo e do grupo saúde estão com salário base abaixo do mínimo de R$ 788,00, o que reduziu drasticamente o poder de compra das famílias, que convivem diariamente com custos elevados causados pela inflação.

O Sindsaúde e os trabalhadores discutirão, além do reajuste, as reivindicações específicas da categoria como a revisão do PCCV, as ações judiciais, dentre outros pleitos.

Sabemos que não é fácil encarar essa política perversa, que torna cada vez mais distante o sonho da saúde pública de qualidade e universal. Mas não podemos esmorecer diante das adversidades. Pelo contrário, temos que encontrar na união a força para resistir e avançar.

Por isso, o Sindsaúde-Ba conclama a união e a resistência dos servidores para enfrentar os desafios e as lutas dos próximos anos saúda toda a categoria, especialmente os(as) trabalhadores(as) da Saúde, que enfrentam com garra e dignidade a luta contra a perda de direitos trabalhistas e o enfraquecimento e sucateamento do SUS. Queremos valorização!

Direção SindSaúde

Fonte: SindSaúde

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.