Sidebar

19
Dom, Maio

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Nesta segunda-feira (3), no primeiro dia do Debate Eleições 2018 do Sindicato do Fisco de Sergipe (Sindifisco), três dos nove candidatos a governador do estado de Sergipe apresentaram proposta para finanças públicas e administração tributária. O primeiro a se apresentar foi o deputado federal Valadares Filho (PSB), seguido de dr. Emerson (Rede) e depois, João Tarantella (PSL).

Em cada uma das três mesas do debate, os candidatos foram recepcionados pelos dirigentes do Sindifisco que se revezaram: Paulo Pedroza (presidente), Abílio Castanheira (diretor de Comunicação) e Márcio Santa Rosa (diretor de Formação Sindical).

Sabatina ao vivo

Com auditório cheio, depois de cada uma das apresentações, os candidatos foram sabatinados pelos auditores e auditoras fiscais. Dos principais questionamentos, os temas versaram sobre propostas para condução do estado, com relação as finanças públicas (questões como arrecadação estadual, benefícios fiscais para grandes empresas, combate à sonegação fiscal, transparência e dívida pública do estado) e ainda sobre a política de valorização dos servidores, pagamento de salários dos servidores da ativa, aposentados e pensionistas, previdência social, propostas para a reestruturação da Administração Fazendária e o perfil do futuro secretário da pasta.

"O debate foi transmitido ao vivo pelas redes sociais do sindicato. Quem não pôde estar presente no auditório, tem ainda a oportunidade de assistir aos debates através do faceboock, Instagram e canal do Youtube", informa o diretor de Comunicação, Abílio Castanheira.

Participação mais efetiva

Na abertura do evento, o presidente do Sindifisco Paulo Pedroza afirmou que o evento teve o objetivo de influenciar o processo eleitoral 2018 e contribuir na formulação das políticas públicas do Estado de Sergipe, na área das finanças públicas e administração tributária. “O movimento sindical não pode apenas lutar por reivindicações salariais e melhorias nas condições de trabalho. Hoje, os servidores e servidoras têm participação muita pequena na estrutura e na organização do Poder do Estado de Sergipe. Temos de mudar esse cenário: somos fortes nas lutas específicas. Mas, estamos muito aquém quando analisamos a macroestrutura estatal. Acreditamos na evolução do processo político e na política enquanto ciência de governança, com a participação efetiva da sociedade civil organizada”, defendeu Pedroza.

Presença da Fenafisco

Seguindo a programação, nesta terça-feira (4), antes do debate, às 14h, o evento contará com a participação do representante da Federação Nacional do Fisco (Fenafisco), Pedro Lopes, que abordará “A importância das Eleições 2018 para os Servidores Públicos”. Em seguida, às 14h30, iniciará as apresentações de três candidatos: Eduardo Amorim (PSDB), Gilvani Santos (PSTU) e Milton Andrade (PMN). No último dia quarta-feira (05), o Fisco receberá Belivaldo Chagas (PSD), Márcio Souza (PSOL) e Mendonça Prado (DEM).

Déa Jacobina - Sindifisco

 

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.