24
Ter, Abr

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

“O governo golpista ataca a soberania nacional ao pretender privatizar o sistema Eletrobrás”, afirma Edney Martins, presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas do Amazonas (Stiuam). Por isso, diz o sindicalista, “tomamos as ruas de Manaus nesta segunda-feira (16)”.

Para ele, o setor energético é estratégico para o desenvolvimento de qualquer nação. “Não se pode pensar em um país desenvolvido e soberano sem se pensar num planejamento para a produção e distribuição de energia”.

A manifestação, que faz parte do Dia Nacional de Luta Contra a Privatização do Sistema Eletrobras, reuniu mais de 500 pessoas, entre lideranças sindicais, dos movimentos sociais e políticos, para denunciar “à sociedade mais esse entreguismo desse governo que não tem compromisso com o país e muito menos com a classe trabalhadora”, reforça.

stiuam ato manaus

De acordo com ele, entregar para empresários essa área estratégica, vai encarecer a energia e precarizar o trabalho. “É um ataque direto aos povos das florestas e aos mais pobres, beneficiando somente os grandes empresários”.

Além disso, “as empresas demitirão para contratar trabalhadoras e trabalhadores terceirizados e assim ter uma mão de obra mais volátil e sem estabilidade”, conclui.

Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.