Sidebar

19
Ter, Mar

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A classe trabalhadora e o Sindicato dos Químicos de Barcarena (Sindiquímicos) são surpreendidos com a decisão da norueguesa Hydro Alunorte em suspender suas atividades na planta industrial de Barcarena, no Pará.

Os governos municipal, estadual e federal, bem com os administradores da Hydro Alunorte precisam apresentar, conjuntamente, medidas imediatas para garantir os empregos e os direitos da classe trabalhadora local, em Barcarena.

A suspensão das atividades, em 100%, gerarão sérias consequências econômicas e sociais diretas aos empregados da Hydro Alunorte e, indiretamente, para suas fornecedoras e o comércio regional. Tendo em vista que a cadeia produtiva, no Pará, envolve Paragominas, Oriximiná e Barcarena e são mais de 15 mil trabalhadores e trabalhadoras, diretamente prejudicados.

Serão milhares de desempregados, extinções de rendas e consequências drásticas para a economia paraense, o que requer intervenções das autoridades para a reabertura e funcionamento da empresa e garantia dos empregos, o cumprimento, por parte da multinacional, das condicionantes ambientais, sociais e legais para seu regular funcionamento.

Não concordamos que o elo mais fraco desta relação, os trabalhadores, paguem a fatura com a perda de seus postos de trabalho. A empresa e os governos são responsáveis por buscarem soluções imediatas para resguardar o funcionamento da planta industrial e os empregos diretos e indiretos em Barcarena e região.

A CTB-PA manifesta total solidariedade aos trabalhadores e trabalhadoras, ao Sindiquímicos, às comunidades adjacentes e toda a cadeia produtiva afetada neste processo. E exige providencias para a retomada da normalidade do funcionamento do pólo industrial em Barcarena.

Belém, 3 de outubro de 2018.

Cleber Rezende
Presidente da CTB-PA

Manoel Paiva
Secretário de Segurança, Saúde e Meio Ambiente - CTB-PA

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.