Sidebar

22
Seg, Jul

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O PL621 acaba de ser suspenso por 120 dias após 20 dias de paralisação e muita mobilização popular. A decisão foi anunciada há pouco pelo governo municipal e os servidores encerraram a greve. Cerca de 100 mil pessoas se reuniram nesta terça (27) em frente à Câmara. Assista ao vivo ao momento em que os manifestantes receberam a notícia pela Mídia Ninja:

 Mobilização e apoio

Desde o início da tarde desta terça (27), o secretário-geral da CTB, Wagner Gomes, o diretor da central Onofre Gonçalves e o presidente da CTB-SP, Rene Vicente, marcaram presença no ato e assembleia dos servidores municipais, na Câmara dos Vereadores de São Paulo. 

Gomes destacou a importância do movimento que está se espalhando por outros municípios do país em forma de resistência às medidas que retiram direitos e arrocham salários (assista ao vídeo abaixo).

Sedin

A presidenta do Sindicato dos Educadores da Infância (Sedin), Claudete Alves, é uma das lideranças do movimento que luta pelo arquivamento do projeto de lei 621 que aumenta a alíquota de contribuição à previdência dos servidores.

Alves lembrou que o discurso de que a previdência está quebrada foi o mesmo usado em 2005, pelo então prefeito José Serra, para elevar esta mesma alíquota de 5% para os atuais 11%.

"Há 13 anos, Serra, também do PSDB, aumentou o desconto. A mídia na época, apoiava o prefeito e anunciava que em 10 anos o déficit da previdência estaria zerado! Daqui 10 anos vão querer que paguemos quanto? 30% do nosso salário?", ironiza a sindicalista. 

Claudete Alves, presidenta do Sedin, Onofre Gonçalves, diretor da CTB, e Rene Vicente, presidente da CTB-SP 

Apesar da pressão do governo para votar e aprovar o projeto de lei que altera a previdência dos funcionários, a categoria não aceitou a proposta de alteração no projeto de lei e decidiu continuar em greve. 

.  

 Portal CTB - Foto: RBA

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.