Sidebar

22
Seg, Jul

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O Sintect-SP (Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos e Similares de São Paulo, Grande São Paulo e zona postal de Sorocaba) realiza ato e passeata contra o desmonte dos serviços de Correios, a negligência da ECT e Gerae, a má gestão e pela realização de concurso público urgente.

A categoria paralisou as atividades em alguns centros de distribuição da região, entre eles o CDD Itapecerica da Serra. Assim como os companheiros de Itapecerica, os trabalhadores do CDD Capão Redondo podem paralisar a qualquer momento. E vários outros setores da zona sul devem entrar em greve por motivos relacionados ao abandono da empresa.

A mobilização reunirá trabalhadores e trabalhadoras, a partir das 8h30, no Largo 13 de Maio, zona sul da capital paulista, e depois sairão em caminhada até o Complexo de Santo Amaro. 

A manifestação é contra as diversas medidas adotadas pela empresa, como a implantação dos Sistemas de Distritamento (SDs), que reduziram drasticamente o número de distritos, aumentando o tamanho do percurso e prejudicando a saúde dos trabalhadores.

Também reivindica mais segurança e a revogação da Distribuição Diária Alternada (DDA), que vem prejudicando a população e funcionários.

”Exemplo claro de negligência e má gestão foi o fechamento do Centro de Distribuição Diária do Grajaú, que prejudica até hoje a vida dos trabalhadores. O DDA e diversos SDs implantados em várias unidades da zona sul devem ser combatidos e a resistência dos trabalhadores é fundamental nesse processo. A greve começou forte e amanhã vamos fazer um grande e passeata até o Complexo de Santo Amaro.”, afirmou Douglas Melo.

Serviço:

Ato de protesto dos Correios

8h30: concentração no Largo 13 de Maio com caminhada até Santo Amaro

Sintect-SP

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.