Sidebar

22
Sáb, Set

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Em seu 4º Congresso Estadual, realizado nesta sexta-feira (30), na sede da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Paraná (Fetaep), em Curitiba, capital paranaense, a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil no Paraná (CTB-PR) avaliou como ótima a gestão dos últimos 4 anos, sob a presidência de José Agnaldo.

“Além do balanço da gestão anterior, fizemos uma análise da conjuntura estadual e nacional e elaboramos um plano de lutas compatível com os nossos desafios perante aos ataques aos direitos da classe trabalhadora”, diz Mário Ferrari, presidente eleito da CTB-PR. Ele dirige também do Sindicato dos Médicos do Paraná.

De acordo com ele, o vice-presidente da CTB nacional, Nivaldo Santana fez uma análise sucinta da conjuntura nacional, avaliando a necessidade de uma frente ampla para enfrentar o governo ilegítimo de Michel Temer e a agenda ultraliberal “contra os interesses de quem produz a riqueza e não vê o seu fruto”, argumenta Ferrari.

ctb pr dirigentes nivaldo congreso 2017

Da esquerda para a direita: Mário Ferrari, Ademir Mueller, presidente da Fetaep, e Nivaldo Santana

Ressalta ainda que os delegados e convidados presentes ao Congresso saudaram as manifestações da Greve Geral desta sexta-feira “contra as reformas trabalhista e da previdência e todos os ataques aos interesses nacionais e do povo brasileiro”.

O novo presidente da CTB-PR tem a expectativa de conduzir a central estadual à altura dos desafios colocados pela conjuntura nacional e estadual. “Temer e Beto Richa defendem os interesses dos mais ricos e cortam investimentos nas áreas sociais como educação e saúde, prioridades máximas de qualquer governo minimamente sério”.

Portal CTB – Marcos Aurélio Ruy

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.