Sidebar

19
Qui, Jul

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Lideranças das principais centrais sindicais brasileiras vão a Curitiba para realizar o ato unificado do 1º de maio. Além de lideranças sindicais, partidárias e dos movimentos sociais, a programação terá participação das cantoras Beth Carvalho, Maria Gadú e Ana Cañas, entre outros artistas.

O evento acontece a partir das 14h, na praça Santos Andrade e terá como motes a defesa da democracia e da liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso desde 7 de abril na Superintendência da Polícia Federal. 

A manifestação, batizada de "1º de Maio da Resistência", também protesta contra a reforma trabalhista, a terceirização ilimitada, o desemprego, a política econômica recessiva e o fim da valorização do salário minimo. 

Representantes das frentes Brasil Popular, Povo Sem Medo e de entidades sindicais de outros países, especialmente do Cone Sul (Argentina, Paraguai e Uruguai), também participarão das atividades.

O presidente nacional da CTB, Adilson Araújo, representará a entidade no ato nesta terça (1º), em Curitiba. "Neste 1º de Maio a classe trabalhadora brasileira, sob a liderança das centrais sindicais, vai fazer um enérgico pronunciamento unificado em defesa da democracia, da soberania e dos direitos sociais, contra as reformas trabalhistas e previdenciária de Temer e pela liberdade imediata de Lula", diz ele.

Também estarão em Curitiba os presidentes da CSB, CUT, Força Sindical, Intersindical, UGT e Nova Central. 

Serviço: 

1º de maio unificado: em defesa dos direitos e da democracia

14h: praça Santos Andrade

Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.