24
Ter, Abr

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Após quatro horas, os manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e da Frente Povo Sem Medo deixaram o imóvel no Guarujá que havia sido ocupado na manhã desta segunda-feira (16).

Leia: MTST e Povo Sem Medo ocupam tríplex do Guarujá para denunciar farsa judicial contra Lula

O tríplex é atribuído ao ex-presidente Lula e apontado como um dos motivos de sua prisão sem provas ocorrida no último dia 7. A Polícia Militar deu um prazo para que os militantes deixassem o apartamento, caso contrário seriam presos.

O coordenador do MTST, Guilherme Boulos, afirmou que o principal objetivo da ocupação era a denúncia da fraude jurídica montada contra Lula, o que foi feito. "O tríplex foi desocupado, mas o recado foi dado", disse Boulos.

Portal CTB

  

 

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.