Sidebar

11
Ter, Dez

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

De acordo com levantamento publicado nesta segunda (16), pelo impresso Estado de São Paulo, as seis maiores empreiteiras brasileiras 9Odebrecht, Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa, Queiroz Galvão, Mendes Júnior e Constran (da UTC)), que já dominaram os megaprojetos de infraestrutura do País, perderam R$ 55 bilhões em faturamento desde 2015.

Os dados também revelam que as empreiteiras tiveram suas receitas de R$ 77 bilhões para R$ 22 bilhões. "O saldo desta rápida deterioração financeira é fruto Operação Lava Jato, que investiga o CPF e pune o CNPJ", criticou o presidente nacional licenciado da CTB, Adilson Araújo.

O dirigente ainda ressalta que essa forte ofensiva contra as principais empresas do país condenou milhões de trabalhadores. "As empresas fecharam cerca de 200 mil em três anos. A indústria da construção perdeu 500 mil postos de trabalho no período [Os dados são da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic)]", acentuou.

E completou: "Somos contra a corrupção, mas sentenciar milhões de famílias ao desemprego e miséria é desumano. E essa conta é a operação Lava Jato".

saldodogolpes 500milempregosamenos

 

Portal CTB - Com informações do Jornal Estado de São Paulo

0
0
0
s2sdefault