Sidebar

16
Sex, Nov

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A Venezuela receberá, entre os dias 26 e 29 de setembro, jovens trabalhadores dos países do Cone Sul para compartilhar experiências e planejar ações em defesa dos seus direitos.

Nicolás Maduro é reeleito para segundo mandato como presidente da Venezuela


Pela quinta vez, a juventude trabalhadora da Federação Sindical Mundial (FSM) Cone Sul realizará seu encontro anual. A secretária da pasta da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Luiza Bezerra, participará da iniciativa.

“A atividade visa debater as questões da região latino-americana, com foco na situação da juventude trabalhadora em meio à crise capitalista internacional e forte onda ultraliberal, imperialista e conservadora que assola nosso continente”, explica a dirigente.

Durante quatro dias, os participantes abordarão diversos temas relacionados ao mundo do trabalho como: a crise estrutural do capitalismo, o fortalecimento dos mecanismos de integração, as perspectivas da juventude trabalhadora diante da restauração neoliberal entre outros assuntos.

Para Luiza, o encontro acontece em um momento de forte ataque conservador contra os direitos sociais e trabalhistas em todo o mundo, principalmente nos países da América Latina que viveram um ciclo de governos progressistas e de esquerda.

O fato, diz ela, de o evento ser sediado pela Venezuela é muito significativo, pois o país tem sido símbolo resistência latino-americana. Os venezuelanos realizaram eleições presidenciais em maio deste ano e reelegeram o presidente Nicolás Maduro para dar seguimento à Revolução Bolivariana iniciada por Hugo Chávez.

O 5º Encontro da Juventude da FSM Cone Sul será encerrado com a aprovação de um plano de ação e mobilização para os jovens trabalhadores na região.

Portal CTB 

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.