Sidebar

19
Dom, Maio

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A CTB e mais de 100 entidades debateram a Reforma da Previdência hoje (31), em Brasília, com a Comissão de Direito Previdenciário do Conselho Federal da OAB. O objetivo foi discutir profundamente o tema sob diversos pontos de vista para formular uma proposta de reforma previdenciária que contemple as demandas de diferentes setores como alternativa à PEC 287, enviada ao Congresso pelo presidente ilegítimo, Michel Temer. A Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social também marcou presença na reunião.

Presente no evento, o Secretário do Serviço Público e dos Trabalhadores Públicos da CTB, João Paulo Ribeiro (JP), destacou a opinião contrária da central à proposta. "Esta reforma foi rechaçada pela CTB e demais entidades que atuam em defesa da classe trabalhadora. Traçamos aqui estratégias contra a PEC 287 e, com a ajuda desta Comissão da Ordem, construiremos uma proposta alternativa a esse retrocesso promovido por esse governo golpista que está no poder", declarou o dirigente.

O ano legislativo começa nesta quarta-feira (1) com as reformas previdenciária e trabalhista como pautas prioritárias do governo no Congresso. A proposta de Reforma da Previdência traz mudanças altamente prejudiciais à classe trabalhadora, com medidas como aumento da idade mínima para aposentadoria de homens e mulheres para 65 anos e aumento do tempo de contribuição. A anunciada reforma trabalhista também é motivo de preocupação, pois representa ameaça aos direitos conquistados pelos trabalhadores ao longo dos anos, com medidas que promovem a flexibilização das Leis do Trabalho, entre elas, a prevalência do negociado sobre o legislado.

 

De Brasília, Ruth de Souza - Portal CTB

 

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.