13
Qua, Dez

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

 

Na manhã desta segunda-feira (18), dirigentes das centrais sindicais filiadas e amigas da Federação Sindical Mundial (FSM) reuniram-se em São Paulo para constituir o coletivo do órgão internacional no Brasil. 

De acordo com o secretário de Relações Internacionais da CTB e coordenador da FSM para o Cone Sul, Divanilton Pereira, a criação deste coletivo é fundamental para o sindicalismo diante do contexto de crise mundial. “O objetivo da iniciativa é dar mais organicidade ao pensamento classista contido nas centrais traçar um plano de ação para superar esta realidade", informou o cetebista. 

Na oportunidade foi apresentado o planejamento da FSM para o Cone Sul em 2014, que é baseado em cinco eixos: formação, comunicação, filiação, estrutura e política. 

Durante o encontro, que contou com a participação de representantes da CTB, CGTB, NCST, UIS Metal, Energia, Construção entre outros ramos,  Divanilton destacou a necessidade da elaboração de uma plataforma classista para a América do Sul. 

A próxima reunião do coletivo será realizada no dia 16 de dezembro na capital paulista, onde serão consolidadas as propostas levantadas neste encontro.  

Portal CTB


Leia também:
“Precisamos ter uma plataforma classista para as Américas", diz dirigente

0
0
0
s2sdefault